Serviços Oferecidos ao Produtor
Devido a gama de produtores, o laticínio buscou contribuir para o desenvolvimento das propriedades rurais por meios de diversos programas de incentivos à melhoria da produção de leite.
O Serviço Oferecido ao Produtor (S.O.P.) visa melhorar tanto a qualidade da matéria prima oferecida a empresa quanto à rentabilidade e sustentabilidade das propriedades por meio de várias iniciativas.

Programa Leite Legal
O Leite Legal é um programa do sistema CNA/SENAR em parceria com o SEBRAE, que pretende criar possibilidades para que os pequenos e médios produtores produzam leite de qualidade, atendendo aos padrões exigidos pela legislação (Instrução Normativa 62), tendo como foco é a redução daContagem Bacteriana Total (CBT) e da Contagem de Células Somáticas (CCS). O SENAR MG firmou parceria com a QCONZ America Latina e juntos implantarão o Leite Legal em Minas Gerais, onde está prevista a capacitação de 15 mil produtores até 2014. O treinamento pressupõe o acompanhamento individual para verificação do aprendizado das boas práticas da produção de leite.

Projeto Conservador das Águas
Este projeto é a primeira iniciativa municipal brasileira que implanta o Pagamento por Serviços Ambientais baseada na relação existente entre a floresta e os serviços prestados por ela em relação à qualidade e quantidade de água a toda a sociedade. O projeto realizado pela Prefeitura Municipal de Extrema se baseia no princípio do “Pagamento por Serviços Ambientais” (PSA) e, nesse caso, o proprietário de terras em que se localizam mananciais de abastecimento recebe um pagamento pela preservação do local, passando a ser um “produtor de água”. O pagamento é feito mediante a recuperação e proteção das áreas próximas a nascentes e cursos d’água (matas ciliares) de acordo com a extensão da área preservada e com valores pré-fixados para recuperação do solo (controle de erosão), cobertura vegetal e saneamento ambiental. Os recursos para estes pagamentos são provenientes da “cobrança pelo uso da água”, de convênios com entidades públicas e outras instituições e do plano plurianual do município. O Laticínio Serra Dourada, tem uma parceria com este projeto sendo que os agricultores que estão no projeto Conservador das Águas, detêm um bônus de 10%. Isto quer dizer que o produtor que fornece leite para o laticínio vai receber 10% a mais no valor de seu leite por estar dentro do projeto. Desta forma, esta parceria é muito importante, pois além de ampliar o projeto este também demonstra que a parceria do agricultor para com o meio ambiente é viável economicamente. O conceito deste programa "Conservador da Águas" é garantir a sustentabilidade socioambiental dos manejos e práticas implantadas por meio do pagamento pelos serviços ambientais, e gerar incentivos econômicos a proprietários que ainda têm áreas de floresta nativa ou que pretendem recuperar áreas.

Assistência Técnica ao Produtor Serra Dourada
Primeiramente é realizada a coleta de uma amostra de leite para análise físico-química em laboratório próprio, a partir disto é feito a aplicação do questionário sócio econômico para obter um diagnóstico da propriedade e após este procedimento é realizado uma palestra de “Boas Práticas de Ordenha – BPO” visando sempre à melhoria da qualidade do leite dos produtores. Neste treinamento é entregue a todos os participantes a Cartilha de Boas Práticas de Ordenha e o laudo das análises realizadas antecipadamente à palestra. Após um determinado período é realizada uma nova coleta de amostra de leite para verificar se houve melhora nos procedimentos de higienização adotados após a palestra de BPO. A partir disto dá-se seqüência a orientação continuada, com a entrega de informativos sobre o manejo de ordenha manual e mecânica, parâmetros de qualidade do leite, Mastite Bovina, entre outras informações pertinentes ao tema qualidade.

Palestra de Boas Práticas de Ordenha - BPO
Entre os aspectos destacados na palestra estão à capacitação de pessoal, manejo e bem estar dos rebanhos, cuidados com os utensílios e equipamentos, ambiente de ordenha e a melhoria da qualidade do leite produzido. O objetivo deste treinamento é melhorar a qualidade do leite, mostrando a maneira correta de higienizar os equipamentos e utensílios de ordenha, higienização do local de ordenha, tanques de expansão, apresentando também os cuidados necessários com a higiene pessoal, buscando sempre uma matéria prima dentro dos padrões exigidos pela legislação vigente. A aplicação deste treinamento além de valorizar a atividade leiteira também contribui para a segurança e qualidade dos alimentos para que estes atendam às exigências do mercado consumidor.
mapa do site